segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

CONCORRÊNCIA PERFEITA


Vamos falar de mercado? Ou, melhor dizendo, o que seria ideal de mercado, a concorrência perfeita

Concorrência Perfeita é quando existem tantos fornecedores do mesmo produto ou serviço para uma demanda tão grande que um só fornecedor ou cliente não seja capaz de influenciar este mercado. A principal característica de um mercado onde há concorrência perfeita é a liberdade para entrar e sair do mesmo. 

Hipoteticamente se meu vizinho estiver lucrando muito com a venda de limonada na porta da casa dele, eu, observando tamanho lucro posso pôr, na hora que quiser, uma barraca de limonada na frente de minha casa também. Por sua vez mais dois vizinhos nossos fazem o mesmo. Então o primeiro vizinho que cobrava um preço alto, se vê obrigado a baixar o preço para se manter no mercado. Repentinamente mais 20 vizinhos fazem o mesmo, até virarmos a rua oficial das limonadas na cidade. Quando formos muitos e chegarmos no ponto ideal de demanda e oferta, qualquer um que subir o preço simplesmente vai perder vendas e falir, e qualquer um que baixar demais vai perder lucro e falir também, e qualquer barraca de limonada poderá substituir a outra que por acaso saiu do mercado. 

Pois bem, imagine você se fosse simples iniciar um posto de combustível e não houvesse tanta regulação sobre ele? Imagine só se pudéssemos iniciar uma empresa de telefonia celular e não tivéssemos que passar pelo crivo criminoso da ANATEL? Sem a excessiva regulação do ESTADO teríamos mais e mais concorrência em todos os mercados, pois seria simples entrar nele e sair também, forçando assim a serviços tanto melhores como mais baratos. Onde já vimos isso? Uber, AirBNB, Netflix, feira livre, etc. 

Quando o estado tenta "proteger"o consumidor, impondo regras para o mercado, na verdade ele está beneficiando que já atua nele, protegendo-o de novos entrantes e lhes dando reserva de demanda/mercado. Estas empresas podem assim, se dar ao luxo de não investir em melhorias e mesmo assim manter os preços altos, você terá poucas opções mesmo.

Órgãos de regulação como ANATEL, ANAC, ANAEL, etc e de defesa do consumidor como PROCON na verdade prejudicam os consumidores. Consumidor se beneficia de liberdade de escolha, de opções e de concorrência. 

Somente a concorrência defende e protege o consumidor.

Elvis Lima Palacio
15/01/2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário